Mais com menos

25/07/2017

 

Com a crise econômica, as empresas reduziram seus investimentos em ações de marketing e como consequência, o setor de feiras e eventos acabou por ser também afetado. De acordo com o SINDPROM (Sindicato das Empresas de Organização e Promoção de Feiras e Eventos) as feiras demoraram a ser afetadas, pois são importantes impulsionadores de negócios, porém, já se observa uma redução do número de expositores nos eventos.

 

Investimento x diferenciação

 

Entretanto, não é apenas a quantidade de estandes em cada feira que mudou, mas também, o tipo de projeto e construção pelo qual as empresas estão optando. Se antes era comum ver estandes com projetos arrojados e sofisticados, hoje se percebe que a simplicidade – em função do baixo custo – está dominando o pavilhão.

 

 

 

De acordo com Adriana Cruz, arquiteta responsável pela área de projetos da ARCODE EVENTOS, é possível criar estandes que, apesar da estrutura mais simples e de baixo custo, sejam construídos (ou na pior das hipóteses mistos) e que tenham boa qualidade de acabamento, valorizando a marca e com algum diferencial. Optar por reduzir a qualidade do estande ou apostar em um modelo padrão (estandes feitos inteiros em Octanorm), mesmo que sejam as alternativas de menor custo, pode denegrir a imagem da marca e dar a impressão para o público de que a empresa não está bem, ou dar a impressão de amadorismo no caso de um expositor novo.

 

A questão principal é o resultado

 

“O problema do estande padronizado, montado com sistema modular conhecido como Octanorm, é que, na mesma feira, o consumidor irá encontrar dezenas de estandes exatamente idênticos ao da sua empresa. Em um contexto onde há excesso de informação e de ofertas, isso pode fazer toda a diferença para a lembrança e percepção de marca, e no resultado que a empresa terá ao participar do evento.

Se a verba da empresa é limitada, vale a pena investir em algo simples, porém personalizado. Além disso, com a crise é fundamental impulsionar os resultados do evento, articulando o projeto do estande e a participação na feira, com ações de crossmidia e de marketing digital. O ponto principal não está apenas no quanto se investe, mas sim, em como obter melhores resultados para esse investimento através do evento” – afirma a arquiteta.

Please reload

Destaques

Mais com menos

25/07/2017

1/1
Please reload

Mais Recentes

25/07/2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

ESPERAMOS SEU CONTATO

(11) 5571.4765 | 5083.8098

contato@arcode.com.br

  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© Site Desenvolvido por ARCODE MARKETING